9 benefícios da uva na alimentação

Hello, Babies!

A dica de hoje é sobre uma fruta que, além de deliciosa, é pra lá de funcional: a uva!

Uvas3.jpg

Historicamente, há indícios de que a origem da uva tenha sido no Egito, nas redondezas do rio Nilo, mas há também alguns relatos sobre o vinho em passagens bíblicas nas quais Noé trazia em sua arca sementes de uva e que as havia plantado assim que chegou em terra firme. Fato é que a uva traz uma série de benefícios, sendo uma fruta importante para quem não abre mão de uma alimentação saudável e equilibrada. A nutricionista Bruna Chagas Petrungaro, da consultoria Comer e Viver, explica mais sobre as propriedades da uva.

Quais são os benefícios da uva para organismo?
A uva é fonte de carboidratos, importantes para o fornecimento de energia para o corpo. Também contém vitamina C, vitaminas do complexo B e sais minerais como ferro, cálcio e potássio. A uva, principalmente a de cor mais escura, possui ação antioxidante, ou seja, combate os radicais livres e também é anticancerígena. A casca da uva rosada possui uma substância cardioprotetora chamada resveratrol, que ajuda no controle do colesterol, na diminuição da formação de coágulos sanguíneos e na prevenção da trombose. Por este motivo, o vinho e o suco de uva são considerados alimentos funcionais, pois estudos científicos demonstram suas propriedades nutricionais no controle de doenças cardiovasculares.

Qual a recomendação diária?
Dez unidades de uva ou um copo de 200mL de suco da fruta por dia é suficiente para obtenção dos benefícios nutricionais.

uvas2

Há alguma restrição no consumo?
Há restrições no consumo apenas para o suco de uva integral, pelo seu alto valor calórico e para os vinhos devido ao seu teor alcoólico. Ambos são saudáveis se consumidos com moderação. Caso haja algum tipo de intolerância à fruta, pode-se substituí-la por suco de frutas vermelhas, como: morango, melancia, amora, framboesa etc., pois elas contêm propriedades antioxidantes semelhantes às da uva.

E agora? Temos motivos de sobra pra incluir essa frutinha mágica no nosso cardápio diário, não é mesmo? Consumam-na in natura, como suco, vinho (com moderação! rsrs…), geléia, da forma que desejar! Contem-me de que forma preferem! 😉

Espero que tenham curtido essa dica #fit!

Beijos, Lindos e Lindas!  ❤

Bruna Chagas Petrungaro – Nutricionista formada pelo Centro Universitário São Camilo. Pós-graduação em nutrição clínica. Responsável pela Consultoria Nutricional Comer e Viver. Este post foi publicado originalmente no Blog Nutrição Prática e Saudável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s